Empresa brasileira aposta na atualização de preços em tempo real

Publicado em 08.08.2013 no veículo Portal Info Exame.

As leis de mercado são relativamente simples: o preço de um produto é fixado a partir de sua disponibilidade e também da demanda dos consumidores. Na prática, o valor determinado em um bem não é tão simples assim. Afinal de contas, como o comerciante pode estabelecer um preço que seja atrativo o suficiente para o cliente, mas que não o faça perder uma margem de lucro?

Foi pensando nisso que os empreendedores Ricardo Ramos e Walter Sabini Junior criaram a Precifica, plataforma para monitoramento de preços em sites de comércio eletrônico. Gestor em Tecnologia da Informação, Ramos decidiu fundar a empresa após observar que existia uma lacuna no mercado brasileiro de e-commerce. “Um site pode oferecer 10 mil, 50 mil produtos e não há gente suficiente para analisar o preço de todos esses equipamentos”, afirma o empreendedor de 31 anos.

A Precifica criou um algoritmo capaz de regular os preços a partir de certos cenários de mercado. Caso um concorrente fique sem um determinado produto em seu estoque, por exemplo, a plataforma consegue aumentar automaticamente o valor do equipamento ofertado no site. Quando os estoques retornam, o preço volta a ser compatível com os demais serviços de e-commerce.

Mas o serviço não foi criado apenas para ser utilizado em benefício do comerciante. A Precifica também oferece opções para que o site de e-commerce consiga ajustar automaticamente os preços de seus produtos a um valor abaixo de seus concorrentes, para que consiga atrair mais clientes. Caso perceba que uma determinada loja virtual está fazendo uma promoção, a plataforma também permite que o site se adeque aos mesmos preços

“Há uma série de regras que criam diversas possibilidades de concorrência. A gente oferece uma plataforma que oferece as regras para o varejista: a estratégia dele é ganhar mercado ou ter lucratividade? A partir daí, ele estabelece essas regras e nossa plataforma trocará os preços de acordo com o desejo do comerciante, com um valor mínimo e um máximo”, afirma Ramos.

Operando há quatro meses no mercado, a Precifica conta com 20 clientes, de acordo com o fundador da empresa. Entre as companhias estão a rede de drogarias Ultrafarma e a fabricante de equipamentos Lenovo. “A indústria também se interessou pela plataforma, para entender o preço dos concorrentes e também avaliar a procura e distribuição do seu produto no mercado”, diz.

De acordo com Ramos, o preço de um mesmo equipamento pode mudar de cinco a seis vezes no mesmo dia, sendo que a variação costuma ser acompanhada pelos sites concorrentes. Para quem gosta de ofertas, uma dica observada pelo empreendedor: são nas madrugadas e nos feriados que os preços costumam ficar mais atrativos.

Com a meta de fechar acordos com 100 clientes até o final do ano e expandir seus serviços para mais de 500 empresas até dezembro de 2014, a Precifica acredita que pode trazer inteligência à concorrência dos sites de e-commerce. “Quase todo dia vemos uma matéria de um varejista que está passando por um momento difícil por conta da economia. E para ganhar fatia de mercado e proteger margem de lucro, nos perguntamos como conseguimos desenvolver algo para trazer mais resultados ao negócio”, diz Ramos.

Leia na íntegra.