Cinco dicas para aplicar precificação no e-commerce durante a Black Friday

blackfriday-precifica

Tradição norte-americana, a Black Friday chegou ao Brasil em 2010 e, cinco anos depois, já é considerada a segunda data mais importante para o e-commerce nacional. Apenas neste ano, a expectativa das lojas virtuais é obter um faturamento de R$ 1,31 bilhão, com um crescimento de 18% em relação à 2014, de acordo com a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico).

Por conta disso, a concorrência vai ser grande no ambiente digital. Para se destacar e deixar os produtos atrativos e rentáveis, é preciso criar estratégias de precificação dinâmica e inteligente. Confira cinco dicas para esta Black Friday:

Selecione o catálogo: a ocasião é propícia para queimar o estoque e renovar o portfólio. Identifique os itens que podem compor esse perfil, levando em conta o apelo de consumo, e elabore as melhores regras de precificação para os produtos escolhidos.

Monitore os concorrentes: é preciso identificar quais empresas são, de fato, concorrentes da loja virtual na Black Friday. Para isso, uma alternativa é realizar uma análise de sortimento para identificar como as companhias rivais gerenciam o mix de produtos. Depois, basta monitorar a política de preços praticados antes e durante a data.

Calcule os custos: antes de pensar em precificação inteligente, o empresário precisa saber todos os gastos que envolvem a operação do e-commerce, como custo do estoque, frete e capital de giro.

Defina as margens para cada produto: faça o planejamento e determine o preço mínimo para cada item. Dessa forma, a empresa não corre o risco de comercializar artigos abaixo do recomendado e consegue operar com lucro.

Escolha o período e a estratégia adequada: determine as datas que englobam as ações da sazonalidade. Depois, defina estratégias de precificação, levando em consideração algumas variáveis, como estoque, margem e valores praticados pela concorrência. Assim, a loja virtual sempre vai praticar o melhor preço sem abrir mão da rentabilidade.

* Luiz Pereira é COO da Precifica, primeira empresa do Brasil especializada em precificação inteligente – www.precifica.com.br