Elasticidade de preço: entenda mais sobre o assunto

Monitoramento de Preços

Entre as muitas ferramentas de gestão disponíveis para melhorar o desempenho e a competitividade no e-commerce, algumas ainda passam despercebidas.
Alguns conceitos podem estar acidentalmente ausentes do cotidiano dos varejistas online, como por exemplo a análise da elasticidade do preço dos produtos.

Em linhas gerais a Elasticidade do Preço é a análise sobre o impacto, positivo ou negativo, na demanda por um produto em função de mudanças realizadas no seu preço de venda. É interessante observar o comportamento que o consumidor apresenta em relação a alteração de preço de um produto.

Essa análise pode ajudar a responder perguntas determinantes para sua estratégia de Precificação:

  • Qual o preço máximo a ser praticado de forma que a redução da demanda não seja suficiente pra afetar a minha receita?
  • Qual o preço mínimo a ser praticado de forma que o aumento da demanda seja suficiente para manter minha receita?

Preço mínimo e Preço máximo

Nem sempre uma promoção com descontos atrativos de um produto consumido em larga escala vai gerar receita. Da mesma forma, a elevação dos valores de produtos de menor demanda pode afastar ainda mais seus compradores em potencial e reduzir a margem de lucro esperada.

É exatamente para evitar esse tipo de desequilíbrio que a análise de elasticidade de preço é fundamental para a adoção de parâmetros seguros na determinação do preço máximo que pode ser praticado em um produto, sem redução na demanda e na receita. Da mesma forma, os mesmos parâmetros vão apontar o preço mínimo a ser praticado em uma determinada mercadoria, que aumentará a demanda sem reduzir a receita.

A fim de evitar uma possível instabilidade nas margens de lucro, causada pelos excessos em ambos os casos (limite mínimo e máximo), a análise de elasticidade de preço atua selecionando pequenos grupos de produtos dentro de todo o catálogo da loja, formando uma amostra de itens capazes de otimizar uma fatia maior da receita.

Isso será feito através do portfólio de produtos, começando pela análise de margem e demanda, a ser refinada dentro de departamentos e categorias da loja. Assim, é possível praticar o Princípio de Pareto: otimizar 20% dos produtos que são responsáveis por 80% da receita.

A compreensão da elasticidade de preço é um dos meios mais exatos e seguros para evitar desvios no volume da demanda e do faturamento, melhorando o desempenho das vendas online de seus produtos.