Muito além do “frete grátis”: Veja como se destacar nas entregas

“Frete grátis em toda a loja”, “Nas compras acima de R$ 50,00 ganhe frete grátis”. Exemplos de promoções como essas utilizadas com maior frequência no passado, ainda são vistas nas lojas virtuais brasileiras. Basta um e-commerce fazer, que a concorrência corre para copiar a ação.

No entanto, nem sempre é possível custear a entrega e manter os preços baixos. Aliás, o mais importante é possuir uma boa política de frete, que possibilite oferecer um serviço com qualidade e agilidade ao cliente, sem espremer as margens de lucro.

Para alcançar vantagem competitiva é importante  analisar como cada um dos concorrentes trabalha o sistema de distribuição e, consequentemente, como isso influencia na formação dos preços dos produtos. Confira quais pontos devem ser analisados para um bom monitoramento de frete:

Formas de envio – É necessário entender as opções que as lojas virtuais oferecem, como, por exemplo, entrega expressa ou agendada.

Categorias de produto – Raramente um e-commerce trabalha com a mesma política de frete em todos os Departamentos e Categorias. Por isso, é necessário analisar como a concorrência atua e focar estratégias mais agressivas de preço e prazo de entrega  nos segmentos que seus concorrentes tem baixo nível de competitividade quanto aos prazos e valores de entrega.

Regiões – Assim como os departamentos, para cada região do país há uma seleção diferente de definição do valor de frete, assim entenda como o concorrente atua em cada região, desde tipo de envio (aéreo ou terrestre) até prazos e valores de entrega.

A partir do momento em que você tem conhecimento sobre como a concorrência trabalha, não será preciso plagiar suas ações, mas sim reagir de forma eficiente e estratégica, preservando suas margens e sem dúvidas, aumentando o seu lucro.

*Luiz Pereira é COO da Precifica, primeira empresa do Brasil especializada em precificação inteligente – www.precifica.com.br.