O preço na balança: quando ditar e quando reagir à concorrência

A cada ano que passa a margem de lucro no e-commerce vem sendo mais espremida. Segundo o último relatório Webshoppers, do e-bit, entre 2012 e 2014 os valores praticados pelas lojas virtuais caíram, em média, 0,48%.

Neste cenário saber ganhar cada centavo torna-se fundamental para a saúde financeira do varejo online e, para tal, é preciso contar com estratégias que permitam ter inteligência na hora de definir os preços a serem trabalhados, além de reagir de forma rápida às movimentações da concorrência.

Confira algumas dicas de quando ditar e quando reagir aos preços praticados no mercado, lembrando que antes de adotar estratégias de precificação no e-commerce, é necessário definir os preços mínimos de cada produto de forma a blindar as margens mínimas desejadas:

Sobe: Ao monitorar os preços praticados por seus concorrentes, será possível identificar produtos do seu portfólio que estão em situação de estoque exclusivo. Está aí uma ótima oportunidade para ajustar os seus preços para cima e obter máxima rentabilidade já que a exclusividade é toda sua.

Desce: Para aqueles produtos do seu portfólio que estão com o preço muito acima da média do mercado, deve-se analisar a possibilidade de acompanhar os seus concorrentes desde que os preços pretendidos a serem praticados não avancem suas margens mínimas desejadas.

Sobe: Parte dos seus produtos mais importantes, aqueles que garantem maior giro de estoque e que servem muitas vezes para atrair visitas a sua loja, estão com os preços super competitivos. Ótimo, mas nem sempre vender muito é sinal de venda saudável. Para estes, é muito importante comparar os preços com a media de mercado sem deixar de analisar a composição Preço do Produto + Valor do Frete nas principais regiões do Brasil em que residem os seus clientes.  Neste caso, se faz necessário identificar as Politicas de Frete dos seus principais concorrentes.

Se a composição média do Valor do Produto + Valor Frete estiver, por exemplo, abaixo de 5% em relação aos preços dos seus principais concorrentes, então vale ajustar para cima os seus preços de forma que ainda assim eles se mantenham abaixo da media de mercado. O objetivo aqui é a busca constante do MELHOR PREÇO.

Para todas estas situações, é necessário a utilização de um bom sistema de monitoramento de Preços e Politicas de Frete para o e-commerce além dos recursos de Precificação Dinâmica.

*Luiz Augusto Pereira é COO da Precifica, primeira empresa do Brasil especializada em precificação inteligente – www.precifica.com.br.