Com um ano de mercado, Precifica fatura R$ 1 milhão em 2013

Com um ano de mercado, Precifica fatura R$ 1 milhão em 2013Por Adriana Fonseca, Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Dar preço a produtos e serviços sempre foi uma questão complicada para micro e pequenos empresários. Na tentativa de ajudar os empreendedores nessa árdua tarefa, Walter Sabini Junior e Ricardo Ramos criaram a Precifica, uma plataforma de precificação inteligente voltada para o comércio eletrônico e a indústria.

“Sempre vimos as dificuldades dos players em acompanhar os preços da concorrência e definir estratégias de ações baseadas nessas alterações”, afirma Ramos. “Tudo era mais demorado porque era manual. Existiam soluções que resolviam parte do problema, mas a necessidade de algo completo e automatizado era iminente.”

No mercado desde 2012, a Precifica fechou 2013 com faturamento de R$ 1 milhão. Para 2014, a meta é chegar a R$ 3 milhões. Hoje, a startup tem mais de 50 clientes e o objetivo é alcançar cem até março deste ano. “Tudo indica que esse número será atingido”, revela Ramos. “Em dezembro finalizamos a aquisição da carteira de clientes de uma empresa concorrente, até então uma das pioneiras no setor de monitoramento de preços para e-commerce.”

A criação da Precifica surgiu pouco tempo após a startup anterior de Ramos e Sabini Junior ter sido comprada pelo grupo Experian (dono da Serasa Experian). Fundada em 1996, a Virid Interatividade Digital, tornou-se uma das maiores empresas de marketing digital no Brasil. “Assim que vendemos a Virid nosso objetivo era continuar a trabalhar e contribuir com o mercado”, conta Ramos. “Primeiro, pensamos na Precifica, que é focada em melhorar a rentabilidade do e-commerce de varejo e era algo totalmente inovador.”

Só que apenas um ano após o lançamento da Precifica, o espírito de empreendedor em série já gritou novamente. “Agora, já estamos com outro projeto – a GreenClick, que busca fortalecer as marcas das empresas através de um Selo de Certificação Sustentável”, conta Ramos.
E assim a dupla sócia da Precifica segue adiante, sem descartar ideias inovadoras. “Estamos sempre estudando outros projetos que tenham sinergia com o segmento digital em que atuamos.”

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios