3 dúvidas frequentes sobre Precificação Dinâmica e Monitoramento de Frete

Dois elementos são fundamentais para estabelecer competitividade no mercado online – a primeira é o preço e a segunda, sem dúvidas, é a política de frete. Para que ambos sejam de fato diferenciais no momento da venda, novas tecnologias têm surgido para amparar o lojista virtual.

A Precificação Dinâmica, por exemplo, é a prática que reajusta automaticamente os preços dos produtos de um e-commerce por meio de regras predefinidas, levando em consideração as alterações de preço e disponibilidade do produto no mercado, bem como os custos de aquisição e margens mínimas determinadas pelo próprio varejista. Já o Monitoramento de Frete é a forma mais eficiente de conhecer como a concorrência trabalha o valor da entrega e quais modalidades de envio possui considerando análises para as distintas praças.

Para quem não conhece tão bem tais técnicas, trazemos abaixo respostas para as 3 dúvidas mais frequentes que as pessoas costumam ter a respeito da Precificação Dinâmica e do Monitoramento de Frete. Confira:

1. Qual o objetivo da Precificação Dinâmica e qual a vantagem para o varejista?

A Precificação Dinâmica visa trazer mais competitividade, agilidade e resultados para o lojista online. Com ela, o varejista deixa de definir um preço de venda fixo e passa a indicar uma faixa com limites mínimo e máximo até onde o valor do produto pode chegar, aproveitando toda e qualquer oportunidade de venda sempre preservando a margem estabelecida. Além disso, há possibilidade de rentabilizar todo o portfólio promocionando os itens que estão há muito tempo em estoque e aumentando o valor daqueles em que o lojista é o único a possuir o produto disponível. Um software de Precificação Dinâmica pode ainda analisar vários indicadores em tempo real, e permite identificar o melhor preço de venda, alterando diretamente na loja virtual.

2. O que preciso fazer para oferecer frete grátis em meu e-commerce?

Antes de tudo faça uma análise de frete por meio de três pontos principais: preço do produto, valor do frete e a soma dos dois. A partir daí, será possível identificar se é possível repassar ou não o desconto no valor do produto para o preço da entrega, transferir o desconto na entrega para o preço do produto ou se realmente será necessário reduzir a margem de lucro.

3. Como é definido o valor do frete para diferentes regiões do país?

Sabemos que o valor do frete é diferente para cada região do país. Para ser competitivo, é preciso entender como o concorrente opera em cada local, desde o tipo de envio até a prática de entrega grátis. Após observar a concentração de boas ofertas de entrega por região em cada loja concorrente, torna-se possível identificar onde eles têm mais vantagem competitiva em razão da localização dos centros de distribuição e, com isso, repensar sua política de valores de frete para focar nas praças em que a sua logística é mais barata e facilidade e quais regiões devem receber maior foco por conta da representatividade no faturamento.

Essas são algumas das inúmeras dúvidas que coexistem na vida de um gestor de e-commerce. O mais importante é que quanto mais informado a respeito de novas tecnologias e ferramentas disponíveis no mercado, mais à frente da concorrência você estará. Acompanhe diariamente o nosso Blog e fique por dentro das novidades.