Como escolher uma solução de inteligência de preço

Soluções de precificação estão se tornando cada vez mais necessárias para competir de forma eficaz no e-commerce, aumentando vendas, sem esmagar as margens de lucro. Confira o que é preciso analisar na hora de contratar a solução ideal:

Assertividade – Escolha uma ferramenta de inteligência de preços que chegue próximo de 100% de assertividade e cobertura nos produtos analisados. A falta de qualidade e confiança nos dados compromete a tomada de decisão no momento de definir a estratégia de preços.

Precificação Dinâmica – A dinamicidade das informações faz com que os ajustes de preços sejam realizados em tempo real. Busque uma solução que proporcione esse nível de inteligência de forma a tornar o preço dos seus produtos ainda mais competitivos..

Frequência – A plataforma deve atualizar no menor tempo possível as informações e preços coletados no mercado, possibilitando ter uma resposta mais rápida às ações da concorrência

Cobertura – A loja virtual e seus concorrentes podem ter inúmeras combinações de produtos e categorias. Procure por uma ferramenta que tenha a capacidade de identificar maior quantidade possível de produtos do seu portfólio nos concorrentes.

Flexibilidade – A solução deve armazenar e filtrar informações de forma simples, como cor, tamanho de produto, marca e outras características permitindo assim maior flexibilidade na hora de gerar os relatórios.

Usabilidade – Outro ponto essencial é quanto a plataforma proporciona de experiência ao usuário. Não adianta ser completa e complexa, é preciso simplificar as formas de levar as análises das informações para o usuário, de forma que ele consiga facilmente ler e tomar decisões.

Histórico – É importante que a ferramenta guarde o histórico de evolução de seus preços e da concorrência. Com aproximadamente seis meses, é possível analisar e identificar tendência de valores e consumo.

Análises avançadas – Além do preço, a solução certa deve ser capaz de levar informações cada vez mais complementares. Como a análise de sortimentos, por exemplo, comparando mais do que o preço, e sim categorias e grupos de produtos da concorrência.

Status de sortimentos – A ruptura de produtos está ligada às oportunidades geradas, baseadas na disponibilidade de estoque de algum item ou categoria. Ou seja, a loja virtual pode identificar que é possível rentabilizar mais ou fazer uma grande promoção a partir das análises emitidas pela plataforma.