Estratégias de precificação rendem lucros e alavancam novos investimentos

Estratégias de precificação rendem lucros e alavancam novos investimentosO significado da palavra preço é bastante claro: valor atribuído a um produto ou serviço. No entanto, encontrar um valor satisfatório e dentro dos anseios de uma empresa exige muito estudo e análise. No meio comercial, o preço significa muito mais do que um valor. Ele representa 61% de decisão de compra de um consumidor de ecommerce, segundo dados de pesquisa da Rakuten.
Mas, o preço de venda é apenas a ponta da pirâmide que constitui a estratégia lucrativa. E por isso é tão indispensável a precificação inteligente. Com ela é possível traçar estratégias e manter-se sempre competitivo. Além de monitorar a fundo outros fatores que oferecem dados importantes para não correr o risco de cair em armadilhas do mercado, é possível fechar a conta dentro das expectativas. Para obter sucesso neste processo, é necessário ser fiel ao plano traçado, seja ele de aumentar Market Share, e num primeiro momento não ser tão rentável, ou então acima de tudo ter rentabilidade, mesmo que isso signifique vender menos, mas melhor.

Onde somar os investimentos

Antes de encontrar um valor alinhado às expectativas empresariais, é crucial o mapeamento de tudo que influencia no mercado. Por isso, é tão fundamental o acompanhamento contínuo do segmento, avaliando concorrentes. A partir deste mapeamento dinâmico, que acontece de hora em hora, será possível perceber as lacunas a serem preenchidas e ter embasamento para criar ações estratégicas, utilizando em conjunto recursos como SEO e e-mail marketing para fazer com que o preço certo chegue ao público certo. Mais importante ainda, é ter esses recursos integrados e sincronizados com as suas estratégias, tornando o processo muito mais ágil e com reações mais assertivas.

Recupere vendas com estratégias de precificação

Vale ressaltar que a precificação inteligente permite aproveitar toda e qualquer oportunidade de mercado, sem necessariamente baixar preço e comprometer margens. O exemplo disso é quando o lojista consegue visualizar quando possui estoque exclusivo de um produto, ou até mesmo quando seu valor de venda está muito abaixo da concorrência, e há ensejos de subir o preço e consequentemente aumentar vendas e lucros!