10 sites que mostram as melhores promoções da Black Friday

Publicado em 17.11.2015 no veículo Portal da Revista Exame.

Etiqueta da Black Friday

A data oficial da Black Friday é 27 de novembro, mas em um ano de crise, os varejistas parecem estar mais ansiosos do que nunca para desovar seus estoques. A duas semanas do evento, muitos deles já entraram no clima e têm divulgado suas promoções ostensivamente. Mas, diante de tantas ofertas, como filtrar as melhores promoções e fugir dos descontos artificiais?

A resposta (hoje) é simples. Em sua sexta edição no Brasil, a Black Friday já conta com sites especialmente voltados a monitorar os descontos do evento, que agregam as ofertas de diversas lojas.

Além disso, os tradicionais sites comparadores de preços podem ser especialmente úteis neste momento. Eles permitem checar o histórico de preços de um produto específico, mostrando se o desconto da Black Friday realmente vale a pena, e muitos deles criaram ferramentas especiais para o evento, como envios de alertas de promoções.

Confira a seguir alguns dos principais sites que ajudam os clientes a aproveitar apenas o “filé” da Black Friday, evitando enrascadas.

1) Blackfriday.com.br

Criada pelo site Busca Descontos, a Blackfriday.com.br é a página oficial do evento neste ano. Ao acessá-la é possível conferir quais lojas participam da Black Friday e, ao preencher um cadastro, o site passa a enviar por e-mail as principais promoções.

No dia 27 de novembro, o site vai exibir de hora em hora um relatório com as dez melhores ofertas, os preços dos produtos à vista, a prazo e a disponibilidade em estoque. O relatório será disponibilizado pela Precifica, empresa especializada em precificação inteligente.

Outro recurso interessante que será disponibilizado pela Precifica é o monitoramento de preços, que mostrará ao consumidor um gráfico com o valor médio do produto nos dias anteriores ao evento para que ele possa identificar se o preço realmente foi reduzido para a Black Friday.

2) Buscapé

No ar desde 1999, o Buscapé é o maior site de comparação de preços da América Latina. Seu principal diferencial é a quantidade de produtos cadastrados: são mais de 11 milhões.

Neste mês, o site oferece um alerta especial de promoções da Black Friday. O interessado deve clicar no ícone da Black Friday, na página inicial do site, e fazer um rápido cadastro para receber notificações por e-mail sobre as ofertas que participam do evento.

O Buscapé também permite monitorar o preço de um produto específico. Ao buscar um item e clicar em “Me avise quando o preço cair”, é possível solicitar que o site envie uma notificação por e-mail quando o produto atingir o valor especificado pelo usuário.

3) CupoNation

O CupoNation é um site agregador de promoções especializado em cupons de desconto. Febre nos Estados Unidos, os cupons fornecem aos clientes um código de desconto que, ao ser informado no ato da compra, reduz o preço do item vendido. Além de disponibilizar cupons e divulgar diferentes tipos de promoções, o CupoNation permite ao usuário buscar itens pelo nome da loja ou pela categoria do produto.

O site criou uma newsletter especialmente para a Black Friday. Ao realizar o cadastro, o usuário recebe por e-mail as principais ofertas do evento. A newsletter também enviará promoções que participam da Cyber Monday, evento que acontece na segunda-feira que sucede a Black Friday e é focado em descontos de produtos eletrônicos.

4) Baixou Agora

O Baixou Agora é especializado em monitoramento de preços. O site acompanha as variações de preços de diferentes produtos em lojas online e, toda vez que é verificada uma redução no valor, o item passa a ser apresentado no site com promoção.

Também é possível monitorar preços de um produto específico. Para isso, o usuário deve buscar o item desejado e clicar em “monitorar preço”, assim o site mostra o histórico de preços daquele produto, mostrando se o valor atual está acima ou abaixo da média histórica e ainda avisa o usuário por e-mail se o produto em questão sofrer uma redução de preço.

Com essa funcionalidade, o usuário pode monitorar os produtos que pretende comprar na Black Friday para receber as melhores ofertas e observar se os preços anunciados para o evento estão realmente mais baratos do que os seus valores históricos.

5) EconoVia

O site EconoVia é especializado na comparação de preços de produtos eletrônicos, que são um dos destaques da Black Friday. A plataforma permite pesquisar o preço de um produto em diferentes lojas e mostra o valor médio do item pesquisado para facilitar a compração. Ele também filtra os produtos pelos maiores descontos.

O site terá funções específicas para a Black Friday. Além de renovar os preços de todos os itens em tempo real durante o dia 27, os usuários cadastrados poderão definir o quanto estão dispostos a pagar por um produto e receber um alerta por e-mail ou Facebook quando o preço entrar na margem pretendida.

6) Walmart

Ao acessar o site do Walmart, antes mesmo de ser direcionado à página inicial, o usuário visualiza um aviso sobre a BlackFriday e um convite de cadastro para receber as promoções da empresa que participam do evento.

O site também tem uma página dedicada à Black Friday que mostra quais são os produtos e marcas mais buscadas, quais itens foram mais vendidos pela rede na BlackFriday de 2014, e quais itens devem contar com promoções mais agressivas.

7) Zoom

O comparador de preços Zoom preparou uma série de ações para a Black Friday. No dia 27, o site terá um time de especialistas à disposição dos usuários para sanar as dúvidas sobre o evento e mostrará a intensidade do tráfego em algumas de suas lojas parceiras por meio de um identificador de filas.

O usuário pode assinar um alerta para receber promoções da Black Friday e checar o histórico de preços do produto para verificar se o desconto realmente vale a pena. As ofertas que possuem descontos reais ficarão em destaque no site e receberão um selo da Black Friday.

A partir das 20h do dia 26 de novembro, na seção do site destinada à Black Friday, o usuário poderá clicar na aba “Sob Medida”, onde estarão destacadas ofertas que fazem parte do evento, com base em produtos pesquisados recentemente, assim como em itens salvos na lista de desejos e em alertas de preço cadastrados.

8) Procon

O Procon possui uma lista negra de sites a serem evitados. São endereços que já registraram reclamações de consumidores, foram notificados e não responderam ou não foram encontrados. Como muitas das ofertas da Black Friday são feitas pela internet, vale a pena checar se o site no qual você pretende realizar a compra consta na lista.

9) Extra

O Extra criou uma página especial para a BlackFriday em seu site. Lá, o cliente pode cadastrar seu e-mail, escolher os departamentos de seu interesse e receber dicas de ofertas antecipadamente.

Na página, o Extra também informa quais categorias de produtos entrarão na Black Friday. Os tipos de produtos mais destacados são os eletrodomésticos, tablets e televisões, mas o site afirma que alimentos e bebidas também entrarão na promoção. Na página do Black Friday, também são encontradas informações sobre como realizar as compras online.

10) Black Friday Monitor

O site Black Friday Monitor sinaliza quais são os produtos com maior demanda no evento e as lojas mais procuradas a partir de menções feitas nas redes sociais e em blogs.

A ideia principal do site é mostrar as tendências de consumo do evento, mas ao identificar quais marcas, lojas, produtos e termos são mais citados é possível ter uma visão geral sobre o que está sendo falado sobre a Black Friday em tempo real.

O projeto é da agência Cadastra, em parceria com a empresa de monitoramento Seekr. Uma das desvantagens do site é que ele monitora apenas as menções no Twitter, Instagram e Youtube, deixando de fora o Facebook. Isso acontece, no entanto, porque o Facebook não libera o acesso à sua API (mecanismo que permite que informações sejam extraídas da rede) para as ferramentas de monitoramento.