Indústria: transformando o site institucional em PDV

Publicado em 20.07.2015 no veículo Portal R7.

Portal R7

Por Luiz Pereira*

Cada vez mais exigente por produtos de qualidade e por preços mais competitivos, o consumidor brasileiro está impulsionando o e-commerce nacional. Em apenas cinco anos as vendas online cresceram 172%, de acordo com dados do último relatório Webshoppers, da E-Bit. Existe um movimento por parte das indústrias em aproveitar o canal web para ampliar as vendas. A tendência mais recente é a aposta dos fabricantes na criação da própria loja virtual. No entanto o grande desafio para os fabricantes que buscam alavancar as vendas através das suas lojas próprias é de não criar conflito com os canais e revendas multimarcas.

Existe uma solução bem mais simples e eficiente que consiste na transformação do próprio site institucional da companhia em um ponto de venda. Com ele, a indústria traz para as páginas dos seus produtos o “logo” das revendas com o link para as respectivas ofertas. O melhor é que essa solução pode estar integrada a uma plataforma de monitoramento de preços.

Veja algumas vantagens que o setor tem ao adotar essa prática:

– Mais um PDV – ao disponibilizar os links dos lojistas que vendem seus produtos, a indústria divulga os canais de venda e, consequentemente, consegue atingir mais consumidores.

– Vitrine – o site institucional do fabricante costuma trazer informações mais completas sobre os produtos, como especificações técnicas ou de uso. A página fica ainda mais completa quando além de conteúdo pleno, apresenta em tempo real as melhores ofertas de preço para aquisição daquele item.

– Reposição de estoque – apenas as revendas que tiverem o item em estoque terão o link publicado na página institucional.

– Preço sugerido – muitos fabricantes sugerem preços dos seus produtos que serão comercializados nos pontos de venda. Com esse recurso, apenas as revendas que respeitarem as politicas de “preços sugeridos” terão os links publicados.

– Custos – a companhia não terá nenhum custo a mais sobre esse recurso. Elas podem aumentar as vendas, ampliando ainda mais a margem de lucro.

– Relacionamento – ao promover as revendas, a indústria aumenta suas vendas e ao mesmo tempo melhora o relacionamento com os clientes evitando conflitos desnecessários.

– Valorização – com mais um serviço para o consumidor final, a indústria se posiciona como uma marca que pensa no conforto do usuário e valoriza o nome no mercado.

– Simplicidade – a companhia não precisa investir em plataformas complexas de e-commerce e sequer criar um site específico. O recurso só vai incluir nas páginas dos produtos uma seção “Onde Encontrar”, publicando dinamicamente os links das respectivas revendas.

*Luiz Pereira é Diretor Comercial da Precifica, a primeira plataforma brasileira de Precificação Inteligente – www.precifica.com.br

Essa matéria saiu também em:

  • Portal ESPM